Projeto #LifeRevolution: um start para um novo entendimento sobre o que é a vida, a saúde e o meu corpo.

liferevolution01

Eu tenho que ser sincero, nunca fui insatisfeito com o meu corpo. Não tive insegurança sobre ele, sobre o que usar e nem sobre minha linguagem corporal. Magro ou gordo, o corpo definitivamente nunca foi um problema para mim. Acho que cultivei outros valores que de alguma forma compensaram um corpo fora de determinados padrões. Nunca fui magro, nunca fui obeso e nunca busquei um corpo que não fosse meu. Sempre gostei de esportes, gostava de lutas (fiz capoeira, kung-fu, jiu-jitsu), nunca gostei de malhar, puxar ferro sempre foi um tédio e mesmo tendo uma proximidade com os exercícios físicos, me faltou perseverança. Essa falta de dedicação e consciência me deu de presente um discreto efeito sanfona e um silencioso ganho de peso. Confesso que vi tudo acontecer: vi meu corpo mudar, vi as roupas não caberem mais, comecei a ver alguém no espelho que não era aquele que estava na minha mente. Pior que isso foi ver que o peso extra me deixou lento, com a capacidade respiratória comprometida (tipo ofegante ao amarrar os cadarços) e o mais assustador, meu humor começou a oscilar de uma forma que muitas vezes colocou minha estima em uma zona de perigo. Eu por algum tempo me conformei com as pessoas que diziam.

– Você é lindo assim…gordinho!

– Não emagrece, você vai perder seu charme.

– Olha ele parece um ursinho Puff! Que gracinha.

– Você é todo proporcional, por isso não é feio!

Esses “elogios” me colocaram numa zona de conforto. Eu sou aceito mesmo estando fora do meu peso normal! O que eu posso querer mais? Acreditar nisso foi e é o pior erro! Eu quero minha vida, meu corpo e o controle das minhas emoções de volta. Como eu disse, a oscilação de humor foi o alerta para perceber que o excesso de peso e consequentemente de gordura, detona qualquer ser humano por dentro e por fora. Vou confessar mais uma coisa, mesmo as pessoas me dizendo o contrário, passei a me achar feio e entrei num ciclo de insegurança que teve o início do seu término a pouco tempo, quando me vi sendo quem eu não era, admitindo situações por medo e mantendo hábitos destrutivos que vão das escolhas rápidas na hora de comer, leia-se fast food,  até a forma que eu me relacionava com as pessoas e comigo mesmo.

Mas isso acabou ou pelo menos é o começo do fim de um Roberto Julião que não retrata aquilo que está na minha alma e nos meus desejos.

liferevoltion02

Semanalmente eu vou postar aqui no blog minha luta diária no resgate do meu melhor e que está escondido sob uma camada de gordura que não me pertence.

“Mens Sana in Corpore Sano” é isso que eu busco. Por isso desde o final de 2013 tomei algumas medidas importantes para resgatar minha saúde e consequentemente um corpo saudável e feliz. Lentamente voltei aos treinos com uma assessoria esportiva. Estou voltando devagar, pois na ânsia de emagrecer acabei lesionando por duas vezes minha lombar. Fora que quando era mais novo, fiz o que toda pessoa com sobrepeso tenta fazer: remédios para emagrecer, inibidores do apetite que te deixam louco e de mau humor, receitas caseiras que parecem curandeirismo, dietas de celebridades e por aí vai. Nada deu certo! Tudo ilusão, perdi meu tempo. Mas pelo menos aprendi que nada vem de graça e que não existe mágica.

Hoje, estou cultivando o hábito de comer de forma saudável. Estou me exercitando regularmente. Fui a um médico do esporte e a uma nutricionista. Tenho um direcionamento, mas algumas vezes acabo me sabotando, como um fritura ali, algo fora do horário, enrolo um pouco o treino…mas isso tem sido uma rara exceção. Tenho aprendido que é uma dia depois do outro mesmo! Cada dia uma batalha e hoje minha maior satisfação é recusar com tranquilidade frituras, refrigerantes e outra coisas engordativas.

Resolvi dividir isso com vocês aqui do blog, pois acredito que falar sobre os problemas ajuda a clarear a mente na busca pela resolução deles. A partir de hoje vou postar, além do conteúdo de moda e estilo de sempre, minha experiência na retomada da minha saúde e de um corpo que esteja em harmonia com o meu espírito. A cada passo meu, espero também ajudar as pessoas que se encontram na mesma situação que eu.

Life Revolution – Corpo, mente e espírito em equilíbrio. Esse é meu foco para sempre.

liferevoltionrobertojuliao

Queda de cabelo: Previna-se da calvície. Você só vais ser careca se quiser.

Em determinados períodos da nossas vidas os hormônios ficam meio loucos e um monte de coisas acontece com a gente. A adolescência é um desses momentos, a testosterona tá bombando, pêlos começam a surgir por toda parte (uns acham isso o máximo, outros ficam envergonhados), o corpo muda, passamos bem mais tempo no banheiro (kkkk) e queremos sair comendo tudo que vemos pela frente (kkk). Estamos em fase de crescimento ainda (sarcasmo). Entende?

Depois a gente vira adulto e lá pelos 23/24 anos os hormônios dão uma estabilizada e vão assim até os 30, porém existem fatores externos que deixam esses hormônios loucões  fazendo com que eles provoquem um série de problemas. Entre eles a temida calvície.

Eu estou nesse momento. Faço 28 anos no próximo domingo…trabalho, estudo, vou a academia, tenho meus deveres sociais, com a família, amigos e ainda me dedico ao blog. Minha vida é corrida e naturalmente estou exposto a varias situações de stress.

Foi por isso que procurando dicas pra mim, vi que esse pode ser o momento que vocês podem estar também. Ora bolas!Não tenho carecas na família e na verdade eu tenho uma verdadeira juba. Mas de uns tempos pra cá meu cabelo tem tido uma leve queda, tem dias que está mais oleoso e isso começou a me incomodar. O que tá pegando?

Fuçando por ai achei uma matéria bem bacana sobre o assunto. Não deixem de ler!

Descubra por que seus cabelos estão indo embora

A causa mais frequente de calvície nos homens é a que os médicos chamam de androgenética, originada por uma substância do hormônio testosterona. Conhecida como DHT, essa substância faz com que os fios fiquem cada vez mais finos e fracos, como uma penugem, até que se tornem imperceptíveis a olho nu. Outras causas menos comuns são emocionais. O estresse e a depressão, por exemplo, podem ser culpados pela queda de cabelo. A tensão do estresse aumenta os níveis do hormônio estradiol, que em excesso provoca a queda e prejudica o crescimento dos fios. Esse tipo de ocorrência não é calvície, e sim uma queda anormal do cabelo, e pode ser passageira. Algumas doenças também podem ser responsáveis pela queda repentina e acentuada dos fios, como os distúrbios da glândula tireoide. Nesses casos, tratamento médico especializado pode resolver o problema. Quando o corpo e a mente se recuperam, o cabelo volta a crescer saudável.

ASCENSÃO E QUEDA DOS CABELOS
Como e quando eles começam a rarear

Nos homens, o cabelo costuma começar a cair na região frontal e na chamada coroa do padre. A devastação se inicia por aí porque essas regiões são mais sensíveis ao hormônio masculino DHT, causador da calvície. Normalmente o paciente só percebe que está ficando calvo quando perde cerca de um terço dos fios. Quanto mais cedo se diagnostica o problema, mais fácil é solucioná-lo. Segundo o dermatologista Ademir Jr., para descobrir se tem tendência a ficar careca, “esteja atento a seus familiares: ao saber que há na família qualquer propensão à calvície, o melhor é procurar um médico para o cuidado preventivo”. O tratamento vai depender do diagnóstico definitivo, que pode ser feito em consultório. Exames de alta tecnologia, como a microscopia eletrônica do bulbo capilar, dão diagnósticos precisos sobre o tipo de calvície e como tratá-la.

Uma luta histórica
Não é de hoje que os homens lutam contra a careca

2500 A.C
Um papiro do Egito Antigo prescrevia uma pomada contra calvície feita com gordura de vários animais

1000 A.C
Contra a calvície, que, segundo o Velho Testamento, já atormentava os homens, usava-se banha de urso na cabeça, porque os ursos são peludos

Século 16
O estudioso Hieronymus Mercuria escreveu que a causa da queda de cabelos era uma umidade “radical” no couro cabeludo

Década de 1920
O senso comum moralista fazia a população acreditar que masturbação levava à calvície

Década de 1940
Pesquisas mostraram que a calvície está ligada à hereditariedade e aos hormônios

Década de 1950
Foi feito o primeiro transplante capilar de sucesso, em Nova York

Década de 1990
Ganham força no mercado tinturas em aerossol para disfarçar a calvície

1997
A finasterida, pílula contra a calvície, é aprovada por órgãos de saúde dos EUA

Quando eles estão por um fio
Os fatores que aceleraram o processo

DROGAS EM GERAL
Tanto o cigarro e o álcool como as consideradas ilegais

ESTEROIDES ANABOLIZANTES
O uso regular dessas substâncias destrói o folículo piloso, que produz o fio de cabelo

DIETAS DA MODA
Para manter o crescimento, o cabelo precisa de nutrientes, que muitas vezes são cortados nas dietas radicais

CASPA
Quando não tratada, aumenta a oleosidade do couro cabeludo e acelera a queda dos fios

Lembre-se: as pessoas com problemas de queda de cabelo e perda de cabelo, aguda e crônica na maioria das vezes não tem apenas uma origem. Muitas vezes é uma combinação de várias causas. Por isso é bom ficar atento a todos os sinais.
Causas de queda de cabelo que o normal. Sabido que a perda de cabelo anormal.
A perda de cabelo pode ser encontrada nas seguintes condições normais:
– Depois de uma doença ou cirurgia, durante 3-4 meses você está associado a condições de stress e a própria doença. E isso é apenas temporário.
– Problemas de hormônios no corpo, doenças incomuns, como da tireóide.
– Alguns remédios podem causar esse efeito. Quimioterapia, vitaminas e anti-depressivos podem resultar em queda de cabelo. Se isso acontecer converse com seu médico para avaliar a possibilidade de mudanças na medicação.
– Infecções fúngicas no couro cabeludo podem ocasionar perda de cabelo. Este tipo de perda pode ser tratada com os antibióticos.
Update
Galera, fuçando por aí para saber mais sobre o lance da calvície, achei essa meteria bem legal no Minha Vida que mostra alguns tipos de tratamentos para queda de cabelo. Muito legal e complementa um pouco tudo que você já leu aqui. Dá um olhada!
tratamento para queda de cabelo calvicie