Os perfumes famosos dos famosos.

Perfume é uma coisa que marca! Eu adoro e adoro ainda mais pessoas cheirosas. Meus preferidos são o Issey Miyake Pour Homme, Allure Homme da Chanel e atualmente o Spicebomb Masculino do Viktor & Rolf.

Qual o seu?

Bom, se você ainda não encontrou aquele perfume que é a sua cara, que tal se inspirar em alguns famosos para escolher a fragrância que será a sua marca?

Escolhi quatro, dá uma olhada e vê qual é mais a sua cara:

Muitas celebridades por aí lançam seus próprios perfumes. Mas será que eles usam os perfumes que vendem? O David Beckham usa! Esse é ideal para os homens modernos, que são ligados em moda e que, assim como Beckham, cuidam de sua aparência e saúde. 

David Berckham Perfume

Já o Justin Timberlake usa o Fleur du Male, do Jean Paul Gaultier, que é feita de flor de azahar com folhas de laranja.

Justin Timberlake Perfume

O Liam Pane do Onde Direction aposta no Pacco Rabanne, um perfume com muita personalidade e que surpreende desde a embalagem. Eu nunca usei, mas ele já está na minha lista.

Liam Payne One Milion copy

O ator Reynaldo Gianecchin é fã do He Wood, perfume que eu nunca usei e nem conheço alguém que use. Pesquisando pela net, achei a embalagem dele incrível e por conta disso é que o Reynaldo aparece aqui no blog. Lendo algumas descrições em sites especializados pude perceber que é uma fragrância pra quem é livre e que gosta de um perfume que tem inspiração na natureza e nos quatro elementos. Fiquei curioso!

Reynaldo Gianecchini Perfume copy

Desses, qual o que você acha que combina com você?

Lembre-se que todo perfume sofre adaptação de pessoa para pessoa e é super importante você considerar sua fixação e a foma que você vai usá-lo.

Vou fazer um post só sobre isso depois.

Até mais pessoal!

O estilo do barman Bobby Hicks!

73fd5ceb0ff763a0e581f2d57f21b258 copySe você acompanha alguns blogs de street style ou segue painéis no Pintrest de moda masculina, com  certeza já deve ter visto alguma foto do Bobby rolando por aí. Bom, eu não tenho muita informação sobre ele, via as fotos deles por aí e o achava mega estiloso…uma inspiração inclusive ( meu sonho é ter muitas tatuagens, tenho só duas), não sabia nem o nome dele pra falar a verdade. Mas agora eu já sei que o cara nasceu em Orlando nos EUA, hoje mora em Nova York no bairro do Broklyn e é barman no Lantern’s Keep também em NY.

Vamos parar de enrolação e dar uma olhada no hype do meu xará!

0a8a847d0e221fa2debc9bf104e1d0d6

dc3ebc1792bef31104dc9bdc97f6c7cc334030496bd8a23829af155d2c5d7a63292689_10151765819855293_1820877119_nda72a53d883eacf25360d350d54a16e8c09ae132ccaac411af013c00ebee8ebab99097619abd30cece39f2f52da60924ebf178cc18be24ec65878066919db56b

 

Tem uma entrevista dele aqui também!

O que acharam?

Projeto #LifeRevolution: um start para um novo entendimento sobre o que é a vida, a saúde e o meu corpo.

liferevolution01

Eu tenho que ser sincero, nunca fui insatisfeito com o meu corpo. Não tive insegurança sobre ele, sobre o que usar e nem sobre minha linguagem corporal. Magro ou gordo, o corpo definitivamente nunca foi um problema para mim. Acho que cultivei outros valores que de alguma forma compensaram um corpo fora de determinados padrões. Nunca fui magro, nunca fui obeso e nunca busquei um corpo que não fosse meu. Sempre gostei de esportes, gostava de lutas (fiz capoeira, kung-fu, jiu-jitsu), nunca gostei de malhar, puxar ferro sempre foi um tédio e mesmo tendo uma proximidade com os exercícios físicos, me faltou perseverança. Essa falta de dedicação e consciência me deu de presente um discreto efeito sanfona e um silencioso ganho de peso. Confesso que vi tudo acontecer: vi meu corpo mudar, vi as roupas não caberem mais, comecei a ver alguém no espelho que não era aquele que estava na minha mente. Pior que isso foi ver que o peso extra me deixou lento, com a capacidade respiratória comprometida (tipo ofegante ao amarrar os cadarços) e o mais assustador, meu humor começou a oscilar de uma forma que muitas vezes colocou minha estima em uma zona de perigo. Eu por algum tempo me conformei com as pessoas que diziam.

- Você é lindo assim…gordinho!

- Não emagrece, você vai perder seu charme.

- Olha ele parece um ursinho Puff! Que gracinha.

- Você é todo proporcional, por isso não é feio!

Esses “elogios” me colocaram numa zona de conforto. Eu sou aceito mesmo estando fora do meu peso normal! O que eu posso querer mais? Acreditar nisso foi e é o pior erro! Eu quero minha vida, meu corpo e o controle das minhas emoções de volta. Como eu disse, a oscilação de humor foi o alerta para perceber que o excesso de peso e consequentemente de gordura, detona qualquer ser humano por dentro e por fora. Vou confessar mais uma coisa, mesmo as pessoas me dizendo o contrário, passei a me achar feio e entrei num ciclo de insegurança que teve o início do seu término a pouco tempo, quando me vi sendo quem eu não era, admitindo situações por medo e mantendo hábitos destrutivos que vão das escolhas rápidas na hora de comer, leia-se fast food,  até a forma que eu me relacionava com as pessoas e comigo mesmo.

Mas isso acabou ou pelo menos é o começo do fim de um Roberto Julião que não retrata aquilo que está na minha alma e nos meus desejos.

liferevoltion02

Semanalmente eu vou postar aqui no blog minha luta diária no resgate do meu melhor e que está escondido sob uma camada de gordura que não me pertence.

“Mens Sana in Corpore Sano” é isso que eu busco. Por isso desde o final de 2013 tomei algumas medidas importantes para resgatar minha saúde e consequentemente um corpo saudável e feliz. Lentamente voltei aos treinos com uma assessoria esportiva. Estou voltando devagar, pois na ânsia de emagrecer acabei lesionando por duas vezes minha lombar. Fora que quando era mais novo, fiz o que toda pessoa com sobrepeso tenta fazer: remédios para emagrecer, inibidores do apetite que te deixam louco e de mau humor, receitas caseiras que parecem curandeirismo, dietas de celebridades e por aí vai. Nada deu certo! Tudo ilusão, perdi meu tempo. Mas pelo menos aprendi que nada vem de graça e que não existe mágica.

Hoje, estou cultivando o hábito de comer de forma saudável. Estou me exercitando regularmente. Fui a um médico do esporte e a uma nutricionista. Tenho um direcionamento, mas algumas vezes acabo me sabotando, como um fritura ali, algo fora do horário, enrolo um pouco o treino…mas isso tem sido uma rara exceção. Tenho aprendido que é uma dia depois do outro mesmo! Cada dia uma batalha e hoje minha maior satisfação é recusar com tranquilidade frituras, refrigerantes e outra coisas engordativas.

Resolvi dividir isso com vocês aqui do blog, pois acredito que falar sobre os problemas ajuda a clarear a mente na busca pela resolução deles. A partir de hoje vou postar, além do conteúdo de moda e estilo de sempre, minha experiência na retomada da minha saúde e de um corpo que esteja em harmonia com o meu espírito. A cada passo meu, espero também ajudar as pessoas que se encontram na mesma situação que eu.

Life Revolution – Corpo, mente e espírito em equilíbrio. Esse é meu foco para sempre.

liferevoltionrobertojuliao

PULP Magazine: oi Brazil! Um editorial esportivo com a cara do nosso país.

O Brasil é sede a copa, bola da vez, tendência e por aí vai. O mundo tá de olho mais do que nunca aqui na nossa terrinha e por isso o mundo vai ficando mais brasileiro por causa da paixão pelo futebol. Por isso bacana revista PULP dedica uma edição a nossa pátria e ainda traz a a modelo Thairine Garcia numa das versões da capa ( a outra é com a Ciara. Oi?), matéria com o Pedro Lourenço, com fotografo Sebastião Salgado e com brasileiríssimo diretor criativo da Calvin Klein Francisco Costa. Destaque para o editorial masculino com a alma esportiva do nosso país. Já dá para ir pensando no que você vai vestir durante a Copa né?

0106141 0106142 0106143 0106144

 

Gostaram?

Você tem que ter: sapatos Oxford. Um item básico.

O clássico e indispensável OxfordSimples e direto: se você quer um sapato de estilo e que combine com tudo, aposte no Oxford. Não tem erro meu amigo. Ele é o modelo mais clássico dos sapatos e combina desde uma roupa mais casual, como um jeans e uma camisa, a quando você precisar usar terno. A infinidade de modelos e variações desse clássico ainda lhe dá a possibilidade de achar um que combine com seu estilo de vida. Eu prefiro os mais básicos, fujo de cores berrantes, tive um preto bem clássico que durou anos, ainda estou procurando um que o substitua. Mas ainda não tive a sorte. Definitivamente é o mais chic e elegante! Por isso você deve ter pelo menos um.

Um pouco sobre a história do Oxford

e7f7bd1195c5aebd592eb249c0f79f63

Inicialmente ele foi usado Escócia e na Irlanda e tornaram-se populares só nos anos 1800 quando as tendências da moda começavam a mudar buscando a praticidade como diz Douglas Gorsline, autor de “What People Wore” (O que as pessoas usavam, em tradução livre). Só depois tornaram-se populares na Inglaterra e nos Estados Unidos. Um clássico que faz sucesso há mais de 300 anos literalmente. Mas a história de  sucesso do Oxford começa por volta dos anos 1640 quando era um tipo de calçado unissex (hoje em dia voltou a ser). Mas o grande boom foi quando o modelo se tornou popular entre os estudantes da Universidade de Oxford, na Inglaterra.

Características básicas

6916303529_50ecfbbf17_b_1

Versáteis e muito elegantes, o modelo original consistia em um calçado fechado, com bico arredondado e com cadarços para garantir uma melhor adaptação a cada tipo de pé.

Estilos

490d16d0450165e9f7d75126c0201fb0

Sapatos Balmoral são os oxford clássicos, sem costura. Os oxford Wingtip possuem biqueiras em forma de “W” que ficam em volta do dedão do pé e a versão com furinhos no bico e laterais na verdade é um hibrido (adotado e criado por muitos estilistas) e se chama Brogue.

ae3e9a4ead24a459b250879241576a98

2492363fa2def1c834011cb49c8dc06a

Até mais pessoal!

O beabá da camisa: escolhendo o colarinho correto para cada estilo e ocasião.

Uma boa camisa vai garantir que você esteja bem vestido na maioria das ocasiões. Porém não basta estar vestido com aquela marca ou determinada tendência se ela não estiver em harmonia com você, seu estilo e biotipo. Daí a importância de saber escolher a camisa ideal e a primeira coisa que você precisa saber diferenciar é o tipo de colarinho. Sim meu amigo! O colarinho determina muita, coisa, especialmente que gravata combina melhor, se funciona com terno ou não e que biotipo fica melhor com determinado modelo. Abaixo você confere os cinco tipos de colarinho mais encontrados e que também são os preferidos dos da maioria de nós homens.


Camisa Masculina Colarinho Americano Colarinho Americano: É o mais informal pelo abotoamento na ponta da gola. Funciona para homens com rosto e pescoço grandes. A melhor combinação é com gravata mais fina e de preferencia lisa.

Camisa Masculina Colarinho CurtoColarinho Curto: É super cool e combina com todos os tipos de homens, com exceção dos gordinhos pois deixa o pescoço ainda mais curto. Fica ótimo com gravatas de modelagem slim.

Camisa Masculina Colarinho InglêsColarinho Inglês: Perfeito para ternos que tem a padronagem mais ajustada ao corpo. Como as pontas são mais longas, funciona é ideal pra quem tem rosto mais cheio.

Camisa Masculina Colarinho ItalianoColarinho Italiano: Ideal para pessoas mais sóbrias e que preferem descrição. Indicado para quem gosta de usar ternos escuros. As pontas curtas e abertas pedem um gravata de estilo e com mais presença.

Camisa Masculina Colarinho FrancêsColarinho Francês: Esse é o coringa! vai bem com tudo, combina com todos os biotipos e nós de gravata. Na dúvida aposte neste modelo que é o mais tradicional e fácil de achar.

Dica: independente do modelo de colarinho você tem que estar atento a sua medida. A camisa tem que ficar confortável quando com o colarinho aberto e caber no máximo um dedo entre o tecido e o pescoço quando fechada. Nada de disfarçar a gola apertada demais ou folgada demais com a gravata, isso só piora a situação, pois fica nítido que aquela medida não esta adequada a você.

Amanhã tem mais post e vou falar sobre os punhos, abotoamentos e combinação de camisas!

Kanye West, Jay-Z e Pharrell Williams: o trio estiloso do hip hop.

Ainda não tinha falado de Rappers aqui no blog. Que absurdo minha gente! Como fui deixar passar essa galera que domina o mercado musical, lança tendência e alguns deles até investem no mercado de moda emprestando seu nome para produtos por aí.

Moda e música, são duas coisas que estão bem ligadas. O hip hop é um estilo musical que agrega muitas tendencias e possibilidades. Fugindo do esterótipo dos rappers da década de 90 (calças largas, cueca aparecendo, camisas de basquete, boné, lenço e milhares de grandes e chamativos acessórios de ouro ou dourado), atualmente alguns artistas desse estilo são ícones fashion. O oversized já era e deu lugar a ternos bem cortados, peças de grife combinados algumas vezes com itens que remetem ao dna do rapper clássico. Tem vários exemplos por aí, mas eu escolhi três deles, que além de estilo tem sucesso em suas carreiras e podem inspirar você.

Jay-Z

Todo mundo sabe quem é. Uns conhecem pela música, outros porque é marido da Beyoncé e pai da Blue Ivy Carter. Esse cara deve ter um stylist dedicado, pois é o que melhor mistura tendências deixando claro que a origem dele é no oversized. Melhorou muito de uns anos para cá. Recentemente fechou parceria com a Barneys lançando a coleção Shawn “Jay Z” Carter. A edição limitada tem bonés, lenços, gorros, casacos e outros acessórios com o estilo do rapper.

Jay-Z-Grammy-55-UpscaleHype

Jay-Z esbanja elegencia no Grammy ao apostar num smoking de caimento perfeito.

Jay+Z+Another+City+Love+Lunch+Date+Jay+Z+Beyonce+wDuwvBQTvjEl

Cadê o rapper com cueca aparecendo que estava aqui? Já era, sumiu! No lugar tem um Jay-Z estiloso a até no momento mais casual.

Pharrell Williams

O cara sempre teve estilo antes de todos os outros rappers, mas na minha humilde opinião só conseguiu elevar o seus status fashion com a recente parceria com o Daft Punk. Era o que ele precisava! De qualquer maneira é nítido que Pharrell curte moda e sabe usa-lá aos seu favor, inclusive já lançou linha junto com a Louis Vuitton. Ainda assina linhas na Billionaire Boys Club e Icecream.

p2

tumblr_mdgvtdIYCl1qc993do1_1280

Vocês sentiram a vibe Off the Wall do MJ nesse look? Matador!

Kanye West

O cara é muito abusado, se acha gênio e de fato é. Deixando de lado arrogância, o cara pra mim é o melhor. Sou fã música, do estilo, do criador que ele é. Definitivamente Kenye é o rapper que dita as coisas a partir de um ponto de vista contemporâneo numa overdose de criatividade e qualidade. Ele é rico, muito rico e deixa isso claro no modo como se veste. Chic, tudo na medida certa e que combinam com ele. Eu não imagino nenhum outro artista usando calça de couro com camisas assimétricas em tricô, gola rulê, tênis sneakers, casacos e mais um monte de coisa que em outro rapper ficaria tosco, mas nele sempre dá certo. Eu não achei a foto com o look que eu acabei de descrever, mas é tipo esse abaixo:

kanye-west-in-layers-style-fashion-580x894

kanye1

– Oi você sabe quem sou eu, claro! Pode copiar meu estilo, tenho de sobra. Rs

3-the_man_has_style_instagram_kanye_west

O bom desse look é que funciona para quase toda ocasião. Não tem nada que eu exclua dessa produção.

Ah! E como todo mundo sabe também, Kenye é casado com a Kim Kardashian!

Kim And Kanye Heading To The Givenchy Fall/Winter 2012/2013 Fashion Show

Fecha a conta e vamos embora! Até o próximo post :)